Fashion

Fashion Friends: A História da Louis Vuitton

Quando nos deparamos com alguma marca de luxo sempre pensamos que o criador veio de uma família nobre, mas na maioria das vezes não é assim. A Louis Vuitton é uma das grifes mais famosas do mundo e para conquistar seu status de hoje, passou por diversas situações ao longo dos anos. Nascido em 1821, em uma pequena aldeia da região de Jura, localizada na França, Louis Vuitton é proveniente de uma família de carpinteiros e moleiros.

Com o passar do tempo foi desenvolvendo seu gosto pelo artesanato e para fazer “jus” aos seus antepassados, resolveu se mudar para Paris e trabalhar em uma fábrica de madeiras. Porém, o criador da marca que leva seu próprio nome, veio de uma família humilde e não tinha dinheiro suficiente para realizar a viagem. Foi então, que ele decidiu ir a pé, de Juras a Paris, uma distância de aproximadamente 400 km. A longa trajetória foi recompensada quando chegou e logo foi contratado como aprendiz por uma fábrica de baús de viagem.

Em 1854, trabalhando para criar algo inovador e que atendesse a necessidade da alta sociedade, Louis Vuitton inaugurou a Maison Louis Vuitton Malletier, no centro de Paris, mostrando seu primeiro produto: a mala revestida de tecido impermeável, que substituía o couro, reforçada com as ponteiras de metal nos cantos, as quais perduram até hoje nos mais diversos modelos. A maison também atendia pedidos para produtos exclusivos e inovadores, como o baú que se transformava em cama, muito comum à época.

Devido as novidades introduzidas na marca, os produtos da Louis Vuitton começaram a ser imitados em toda Europa, e para evitar as futuras falsificações, em 1896, foi criado o monograma da grife, o famoso “LV”, juntamente com os símbolos que reproduzem flores, fazendo parte da identidade visual da marca. Alguns anos se passaram e em 1977, Henry Recamier assume o comando da marca até 1987, quando o francês Bernard Arnault comprou a grife.

Dez anos após a compra, o estilista Marc Jacobs foi contratado para trazer mais inovação à marca e criou a primeira coleção de roupas, sapatos, joias e relógios da Louis Vuitton. Foi um sucesso! Para evitar novas falsificações/cópias, Bernard acabou demitindo Jacobs, mas o ajudou a fundar sua própria marca, a Marc Jacobs.

Em 1987, a empresa Louis Vuitton se juntou com a fabricante de champanhes “Moet et Chandon” e a fabricante de conhaques Hennessy para criar o grupo LVMH (Louis Vuitton – Moet – Hennessy). O grupo é especializado em marcas de luxo e perdura até hoje. Atualmente, engloba outras 76 marcas, como por exemplo: Christian Lacroix, Givenchy, Veuve Clicquot.

Por: Giuliana Labate
Advogada especialista em Direito criminal. Também possui cursos técnicos na área da Moda e sua própria marca de roupas, a GL Brand.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *