Fashion Business

O Tédio das Fast Fashion

Vocês já ouviram falar do “Manifesto anti-fashion” da pesquisadora de tendências Li Edelkoort?
Uma das críticas feitas pela pesquisadora é sobre o momento que o mercado da moda vive, onde as prateleiras das lojas são lotadas de produtos “iguais” e em grande escala, resultado do sistema fast fashion que a indústria passa atualmente.

Muitos empresários hoje pensam que se um produto não for feito para vender em massa, não vale a pena colocá-lo na prateleira, o que nos leva a uma realidade onde todos estão sendo cada vez mais “entediados” no momento de procurar algo que de fato os represente.

melinda-martin-khan-332226

Uma das tendências para fugir desse tédio em massa são as “wearable technologies“, trazendo impressão em 3 D, 4 D, novos tipos de tecidos sustentáveis, produtos que além do design aliam utilidade e segurança, criando roupas inteligentes e multifuncionais, e também novas práticas de reciclagem de resíduos têxteis colaborando com o meio ambiente e padrões de trabalho mais transparentes.

É preciso que as novas marcas e novos estilistas que estão surgindo não tenham medo de serem ousados e arriscarem em produtos mais inovadores que por mais que causem um certo “estranhamento” em um primeiro momento, sejam exclusivos, diferentes e fascinantes, onde de fato conseguiremos identificar o estilo e personalidade de um indivíduo só de “bater o olho”.

A novidade deve ser vista como oportunidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *