Fashionsumerism

Sustentabilidade está na Moda

Afinal, por que se ouve tanto sobre sustentabilidade nos últimos tempos?

Com o acelerado processo de produção do mercado, a sustentabilidade tem se tornado palavra de ordem em todos os setores.

Antes de começar a reposta pela indagação, vamos à etimologia da palavra:

Sustentabilidade vem do latim auxilium. Ou seja, andar de mãos dadas, ou sob a ótica holística, união.

Ocorre que há um grande equívoco no que tange ao conceito. Ser sustentável, à primeira vista, remete primeiramente e fortemente à ideia de meio ambiente, o que é corretíssimo! Mas, o equívoco está na limitação do conceito somente à natureza. E como ficam os fatores políticos, sociais e econômicos envolvidos nas produções?

Numa visão empresarial, um negócio que segue caminhos ambientais sustentáveis, mas que atua na informalidade ou que não garante os direitos de seus trabalhadores na conformidade da lei, pode ser considerada uma empresa sustentável? Claramente que não!

O conceito é amplo. Falar em produção, principalmente industrial, pensa-se fortemente em quantidade, números, máquinas, inúmeras pessoas operando-as, impactos ambientais, lixo e fumaça. A responsabilidade social/empresarial surgiu nas universidades americanas na década de 50, e projetada para o século XXI, vê-se claramente o aumento da preocupação das marcas de moda numa adequação sócio-ambiental cooperando para a preservação do Planeta Terra.

Uma nova consciência está chegando, uma nova era, principalmente vinda com a geração dos Millennials, e com ela, uma instigação maior para o olhar coletivo que a indústria há de seguir com a quebra de paradigmas, tradicionalismos das gerações passadas e a visão para o novo consumo (o “Low Sumerism”).

As escolhas dos cidadãos devem sair do individualismo, ampliando a capacidade de escolha como um todo. O processo construtivo exige resiliência, principalmente com a sustentabilidade sendo uma necessidade e não mais uma opção.

E você? Está na moda? Que caminho sustentável tem seguido?

Por: Paty Barbosa
Fashion Lawyer, Designer de Moda, Empresária, Ativista pelo Fashion Revolution, Articulista e praticante do Upcycling por sua marca de roupas @bymyhandsfashion.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *